Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

AMI - Age, Muda, Integra

Fernando Nobre regressa do Haiti e nova equipa parte amanhã para Port-au-Prince

Press Release

Regressa amanhã do Haiti, o Presidente da AMI, acompanhado do administrador José Luís Nobre, que coordenou a instalação da missão e que se encontrava no terreno desde 18 de Janeiro.
No Haiti, Fernando Nobre assistiu à passagem de testemunho do Campo Azul para a AMI e delineou com a equipa os projectos a desenvolver a médio prazo de apoio às vítimas do terramoto.
A equipa no terreno, constituída por 4 elementos, encontra-se a trabalhar em Delmas no campo baptizado em crioulo pela população local de Potigal Inyon Kan Ble Dayiti (Campo Azul União Portugal Haiti). Trata-se de um dos primeiros campos organizados de assistência humanitária montados no Haiti na sequência do sismo de 12 de Janeiro.
Ainda amanhã partem rumo ao Haiti quatro elementos da AMI, dois médicos, uma enfermeira e uma coordenadora de projectos, que irão reforçar a assistência médica e os projectos de desenvolvimento possíveis de desenvolver em Port-au-Prince a curto e médio prazo.
Para além dos cuidados primários de saúde, a equipa da AMI no Haiti irá colaborar com a UNICEF na implementação de uma campanha de vacinação.
De referir ainda que até à data, a Campanha de Emergência Haiti da AMI já ultrapassou os 800 mil euros, montante este que será aplicado na assistência médica humanitária e em projectos de desenvolvimento muito concretos que possam ajudar as vítimas do terramoto a refazer as suas vidas.
Constituído por 65 tendas de alojamento para 615 pessoas, o espaço serve mais mil haitianos do Bairro de Delmas onde está localizado o campo.  Estão já instalados dois depósitos de água com capacidade para 10 mil litros cada, 30 latrinas, rede de drenagem pluvial e eléctrica. O campo possui ainda duches, uma estação de purificação de água e um posto de assistência médica.
Em termos de gestão do Campo Azul União Portugal Haiti, a AMI conta com a colaboração da Cruz Vermelha Francesa no abastecimento de água e da ONG irlandesa Haven no que diz respeito ao saneamento.

1 comentário

Comentar artigo