Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

AMI - Age, Muda, Integra

Fernando Nobre a caminho da Madeira

Press Release

 

O presidente da AMI parte amanhã para a Madeira com o objectivo de avaliar a situação de catástrofe que assola a região. O responsável da ONG portuguesa irá reunir-se com a vereadora dos Assuntos Sociais da Câmara Municipal do Funchal e com a delegada da instituição na Ilha para saber das necessidades operacionais e logísticas no terreno, oferecendo a colaboração nos trabalhos de ajuda humanitária.

 

A AMI, através do Centro Porta Amiga do Funchal, já se encontra a auxiliar as vítimas do dilúvio. Ontem de manhã enviou roupa de cama, de banho, vestuário e calçado e, durante o dia de hoje, em resposta ao pedido de ajuda dos militares do Regimento 3, a organização coloca à disposição dos desalojados mais de uma dezena de refeições quentes e uma série de alimentos básicos (arroz, massa, leite, entre outros). Ao nível dos recursos humanos, a AMI respondeu positivamente ao apelo efectuado pela Secretaria de Estado da Segurança Social com dois voluntários que irão trabalhar na acção social e no apoio psicólogico às vítimas da calamidade.

 

Recorde-se que a AMI tem vindo a actuar na Madeira há mais de uma década. Desde a abertura em 1997 e até ao ano passado, o Centro Porta Amiga do Funchal prestou auxílio social a mais de 3 380 pessoas.