Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

AMI - Age, Muda, Integra

AMI inaugura centro cultural e social D. Lourenço de Almeida no Sri Lanka

Press Release

 
O presidente e fundador da AMI, Fernando Nobre, desloca-se no próximo Domingo, dia 14 de Março, ao Sri Lanka, para a inauguração do Centro Social e Cultural Dom Lourenço de Almeida, em Batticaloa. O projecto financiado pela AMI, em cerca de 536 mil euros, será inaugurado na próxima quinta-feira. O centro irá desenvolver actividades sócio-culturais, de formação e conferências ao serviço da comunidade local de Batticaloa e será também a sede da Fundação Burgher Portugal-Sri Lanka, fundada em 2006 com o apoio da AMI.
 
O nome do centro é uma homenagem ao navegador português D. Lourenço de Almeida, que no séc.XVI chegou à Taprobana, tendo levado à fundação de Colombo, em 1517, e estendido assim a influência portuguesa à região, cujas marcas ainda são visíveis.
 
Este projecto insere-se no trabalho humanitário que a AMI tem vindo a realizar no Sri Lanka desde o tsunami, que assolou o sudoeste asiático, em 26 de Dezembro de 2004, causando mais de 300 mil mortes.
 
Dos projectos no Sri Lanka apoiados pela ONG portuguesa, destaque para a parceria com o orfanato St. Vincent´s Home que acolhe cerca de 200 crianças, em Maggona, a construção de um edifício de três andares no orfanato D. Bosco Boys Home, também em Maggona, aumentando assim a capacidade de acolhimento de 96 para 160 crianças e ainda o Centro para a Sociedade de Religião em Colombo cujo objectivo primordial é a promoção dos direitos humanos através do diálogo entre as religiões predominantes no país, nomeadamente o Budismo, Hinduísmo, o Cristianismo e o Islamismo.
 
 A AMI tem vindo assim a apostar no Sri Lanka em projectos sustentados pós-crise, investindo ao longo destes mais de cinco anos perto de dois milhões de euros dos 2,8 recebidos da sociedade civil.