Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

AMI - Age, Muda, Integra

Fernando Nobre condecorado pelo Senegal

 

 

O presidente e fundador da Assistência Médica Internacional (AMI), Fernando Nobre recebe amanhã das mãos do Embaixador do Senegal em Portugal, General Pathé Seck, as insígnias de Cavaleiro da Ordem Nacional do Leão.  A cerimónia está marcada para as 18h00, no Hotel Tivoli, em Lisboa.

 

A atribuição desta condecoração surge como reconhecimento do trabalho humanitário que a AMI tem vindo a desenvolver no Senegal há 14 anos.

 

Ainda no passado dia 6, a AMI inaugurou o Centro de Saúde de Katack, na província de Casamança. Orçamentada em 20 mil euros, a infra-estrutura situada perto da fronteira com a Gâmbia apoia mais de 13 mil pessoas.

 

Desde 1996, AMI tem vindo a desenvolver projectos de apoio à população senegalesa, nomeadamente centros de saúde, em parceria com a APROSOR (Association pour la Promotion Sociale en Milieu Rural et Urbain), à razão de 10 a 20 mil euros anuais.

 

 

De registar ainda, que em 2007, a AMI criou o projecto “Aventura Solidária” que consiste em levar até ao Senegal voluntários dispostos a conhecer a cultura local e contribuir para o seu desenvolvimento. Para além de colaborarem nos trabalhos de reabilitação identificados e desenvolvidos pelos locais, contribuem para o financiamento destes microprojectos, tendo já permitido, entre outros, a reabilitação da maternidade de Réo Mao, o apoio para a criação de uma tinturaria em Réfane e o apoio à escola de ensino médio de Réfane.

 

De salientar ainda o projecto de recuperação da primeira capela construída por portugueses no séc. XV na Ilha de Gorée. Património representativo da presença portuguesa no Senegal, o edifício, hoje posto da Polícia, foi recuperado pela AMI em 2005.