Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

AMI - Age, Muda, Integra

Equipa da AMI regressa ao Haiti

Parte amanhã, dia 10 de Fevereiro, para o Haiti uma equipa da AMI chefiada pelo seu Presidente, Fernando Nobre. O objectivo desta missão é avaliar os projectos que a AMI apoia neste país.

 

Actualmente, a AMI financia três instituições locais: a APROSIFA, através do projecto “Zéro mortalité par le Choléra en 2011 sur notre Aire d’Intervention”, que tem como principais beneficiários: 30 mil mulheres, crianças e idosos, a REFRAKA, uma rede de 25 rádios comunitárias com locutoras femininas, para educação ecológica e prevenção de catástrofes que chegam a cerca de 750 mil pessoas e a CDS, que desenvolve um projecto cujo objectivo é melhorar as condições médicas, nutricionais, sanitárias e sociais da comunidade LaSalinienne (40 mil pessoas).

 

Desde Janeiro de 2010 que a AMI marca presença no Haiti. Depois da intervenção de emergência, manteve várias equipas no terreno ao longo desse ano e, se começou por prestar cuidados de saúde em dois hospitais de Port-au-Prince, estendeu posteriormente a sua acção a outras vertentes da acção humanitária. Nomeadamente na gestão de 3 campos de deslocados (10 mil pessoas) e na resposta à epidemia de cólera que assolou o país no final do Verão de 2010.