Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

AMI - Age, Muda, Integra

AMI na conferência Rio+20

Partiu hoje para o Brasil o Presidente da Fundação AMI, Fernando Nobre, acompanhado pelo director do Departamento de Ambiente, com o objectivo de participar na conferência Rio+20 e em alguns eventos paralelos que estão já a decorrer.

 

A AMI tem acompanhado de perto e participado activamente nas conferências e cimeiras mundiais organizadas pela ONU, tendo o seu Presidente, inclusivamente, estado presente em 1992, na Cimeira da Terra, que teve como principal resultado a adopção de uma nova visão para o desenvolvimento – o desenvolvimento sustentável. A AMI criou, assim, a sua vertente ambiental em 2004, alargando os três pilares em que assentava a sua acção (assistência médica, acção social e alertar consciências) a um quarto: o ambiente.

 

O lema da AMI “Por uma Acção Humanitária Global” traduz, precisamente, essa visão global do desenvolvimento humano, cada vez mais premente, que irá ser debatida até ao dia 22 de Junho, no Rio de Janeiro. E se é um facto que, na maior parte do planeta, as pessoas vivem hoje melhor do que há 20 anos, as assimetrias e desigualdades têm-se agravado e o mundo natural que sustenta essa prosperidade continua a ser muito maltratado.

 

A conferência terá como temas centrais, a economia com preocupações ambientais no contexto da erradicação da pobreza e o enquadramento institucional para o desenvolvimento sustentado. Paralelamente, serão sete as áreas prioritárias de discussão e trabalho: Emprego, Energia,
Cidades sustentáveis, Segurança Alimentar e agricultura sustentável, Água, Oceanos e Resposta a desastres.

 

Centenas de chefes de Estado e líderes das principais instituições públicas e privadas de todo o mundo irão reflectir em conjunto sobre os novos caminhos para um planeta mais sustentável e no final dos trabalhos será apresentado um documento oficial.