Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

AMI - Age, Muda, Integra

AMI apoiou 1683 pessoas em situação de sem-abrigo em 2012

O número de pessoas em situação de sem-abrigo apoiadas pelos serviços sociais da AMI passou de 1445, em 2008, para 1683, no ano passado. Um aumento superior a 14 por cento.

 

O perfil da população sem-abrigo tem-se mantido constante. A maioria é constituída por portugueses (80%), de género masculino (79%) e com idades compreendidas entre os 30 e 60 anos (72%). As habilitações literárias são baixas, geralmente possuem 1º ou 2º ciclo de escolaridade (58%), sem formação profissional (69%).

 

Relativamente aos recursos formais, os mais comuns são o Rendimento de Inserção Social (23%), os apoios ou subsídios institucionais e as pensões de reforma (14%). Sublinhe-se que uma grande parte da população sem-abrigo não possui qualquer recurso (26%). Em termos de recursos informais, destaque para o apoio de amigos ou familiares (39%) e mendicidade (17%).

 

No que diz respeito aos locais onde pernoitam, a rua (escadas, prédios, carros abandonados, estações ou contentores) abarca a maior parte das pessoas em situação de sem-abrigo (23%), seguindo-se quartos ou pensões (22%), finalmente abrigos temporários ou de emergência (13%) e outras situações (33%).