Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

AMI - Age, Muda, Integra

Equipa exploratória da AMI já está no país

Uma equipa da AMI está nas Filipinas e deverá chegar esta madrugada a Tacloban, uma das cidades mais afetadas pela onda de destruição semeada neste fim-de-semana pelo tufão Haiyan.  Encontrando-se atualmente na ilha de Siargao, a sul da ilha de Leyte, a equipa aguarda o reinício da circulação marítima cancelada devido ao alerta de um novo tufão para as próximas horas.

 

Os dois elementos voluntários da AMI irão fazer um levantamento de necessidades e tentar articular, junto dos parceiros locais que a AMI tem no país, a melhor forma de prestar ajuda no terreno.

 

A destruição e a inoperacionalidade das infraestruturas viárias e de comunicação e o novo alerta de tufão para as próximas horas, tem vindo a inviabilizar a ação das equipas humanitárias no local. O Governo filipino estima que 9,5 milhões de pessoas tenham sido afetadas e cerca de 620 mil tenham ficado sem alojamento. Por agora, os principais problemas apontam para a falta de água potável e de alimentos.   

 

Não é a primeira vez que a AMI atua nas Filipinas em contexto de emergência. Em 2009, também na sequência da ação destrutiva de vários tufões, que afetaram 3,5 milhões de pessoas e provocaram 2000 mortes, enviou uma equipa de dois elementos.

 

Paralelamente, a AMI apoiou o orfanato Bethany House Sto Niño, em Bulacan, através do projeto “Apoio à Alimentação das Crianças abandonadas e dependentes do Orfanato Bethany House Sto Niño”.

 

É possível contribuir para o desenvolvimento desta missão da AMI através da conta de emergência BES 000700150040000000672.

1 comentário

Comentar artigo